Fotografo: Divulgação
...
Helmuth

O presidente do Luverdense Helmute Lawisch, em entrevista ao , conta que conhecia alguns jogadores e dirigentes da comissão técnica do time de Chapeconse – vítima de tragédia aérea que matou mais de 70 pessoas.

Segundo Helmute, o técnico Caio Junior, que faleceu no acidente, tem familiares na Capital que, por anos, tinham uma banca de jornal na avenida do CPA. O dirigente, entretanto, não sabe se ainda têm o comércio.

 O presidente lembra que Caio esteve em Cuiabá durante o período em que foi técnico do Palmeiras. À época, acontecia a Copa do Brasil. O Palestra Itália enfrentou o Operário.

Ainda segundo Helmute, ele fez amizade com os dirigentes da Chapecoense na reunião para discutir o calendário do Brasileiro da Série C, em 2012. Recorda que falava bastante de futebol com o dirigente Maurinho.“Última vez que falei com ele foi quando eles enfrentaram o Cuiabá”, explica o presidente, referindo-se quando o time de Santa Catarina fez um jogo contra o Cuiabá.

Último confronto

O Luverdense enfrentou o Chapecoense nas quartas de final da série C, em novembro de 2012. À época, foi derrotado por 3x0 em Chapecó, e venceu por 1x0 em Lucas do Rio Verde. Na ocasião, o jogo deu a vaga para o Chapecoense disputar a semifinal.